Logo do Centro Cultural Bom Jardim

CCBJ PRODUZ MURAL EM PARCERIA COM O MOVIMENTO DE SAÚDE MENTAL, EM HOMENAGEM A HELLEN SUELI, VÍTIMA DE FEMINICÍDIO

26/08/2021

No dia 20 de agosto, a educadora social Narah Adjane, que compõe a equipe do Núcleo de Articulação Técnica e Especializada (NArTE) do Centro Cultural Bom Jardim (CCBJ), em parceria com a Casa AME (Arte, Música e Espetáculo), produziu um mural em homenagem à Hellen Sueli.

No dia 20 de agosto, a educadora social Narah Adjane, que compõe a equipe do Núcleo de Articulação Técnica e Especializada (NArTE) do Centro Cultural Bom Jardim (CCBJ), em parceria com a Casa AME (Arte, Música e Espetáculo), produziu um mural em homenagem à Hellen Sueli. Após um ano de sua partida, vítima de feminicídio, Hellen deixou muitas saudades para os familiares e amigos.

A Casa AME (Arte, Música e Espetáculo) faz parte do Movimento Saúde Mental, instituição parceira do CCBJ e é atualmente coordenada por Argentina Castro, escritora e antropóloga. A instituição que tem como missão o cuidado com a saúde mental da população, também se preocupa com a saúde de crianças e adolescentes e, através do Sim à Vida, objetiva a prevenção do uso de drogas em comunidades mais vulneráveis como é o caso do Marrocos. Dentre as atividades oferecidas pela instituição, há práticas de meditação, recreação, arte e acolhimento.

Sobre a construção do mural, Narah fala um pouco da sua experiência e motivações do NArTE nessa produção: “Essa ação mexeu muito comigo desde o início, no convite da Argentina para ressignificarmos esse lugar de dor e injustiça num símbolo de luta. Pensar na Hellen, é pensar também nas muitas mulheres que pagam com suas vidas o preço de uma sociedade extremamente machista. Como educadora social, esse momento vem pra estabelecer um diálogo também com a comunidade, lembrando através das visualidades o valor da vida da Hellen e das mulheres.”

Argentina Castro, coordenadora da Casa AME, também fala: “A memória de uma mulher que perde a vida por motivações de violência masculina, precisa ser evocada de forma poética. E o tom poético também precisava ser dado por mãos femininas. Afinal, a poesia inspira e melhora o mundo, mas também denuncia a forma como, não só Hellen foi covardemente assassinada pela violência masculina, mas também todas as mulheres em todo mundo que sofrem todos os tipos de violência.

E foi assim que a sensibilidade de Narah transformou uma das paredes do Movimento em arte visual, tornando Hellen Sueli, presente! Cabe a nós, mulheres, o poder de gestar outros novos mundos possíveis, mas não o faremos sem a desconstrução por parte de toda a sociedade (e, principalmente, dos homens), de estruturas patriarcais, misóginas e machistas”, relata a coordenadora.

Pela memória de Hellen e por tantas mulheres vítimas de todos os tipos de violência (física, psicológica, patrimonial, moral e sexual), esse memorial é também um símbolo de luta e resistência!

Conheça o Movimento Saúde Mental e sua Casa AME
(Rua Dr. Fernando Augusto 980)
@movimentosaudemental
(85) 991035745 Casa Ame

Compartilhar:

Categorias

Comentários

0 Comentários

  |   Deixe um comentário »

Deixe o seu comentário!