Logo do Centro Cultural Bom Jardim

O Curso de Técnico em Dança, é ofertado pelo Centro Cultural do Grande Bom Jardim em parceria com a Escola Porto Iracema das Artes, propõe uma imersão no fazer-pensar da Dança com o intuito de formar artistas capazes de atuar em Dança como intérpretes/criadores, mobilizando saberes práticos e teóricos aplicáveis em contextos artísticos, técnicos, culturais e sociais contemporâneos.

A formação em dança é um percurso processual de construção do corpo que demanda tempo para poder se consolidar de forma consistente. Nesse processo, geralmente são estudadas exaustivamente técnicas que, ao longo do tempo, por dispositivos variados, afirmaram-se como ferramentas úteis para certas finalidades e projetos estéticos, conseguindo assim perdurar em determinados contextos. A contemporaneidade, por sua vez, é pródiga na profusão e difusão de novas práticas e técnicas corporais, sejam estas advindas ou não da dança. A formação em dança na contemporaneidade adquire assim um novo grau de complexidade na medida em que deve fazer dialogar expressões que historicamente vêm constituindo o patrimônio desse campo artístico com proposições poéticas e pedagógicas que emergem atualmente.

Estrutura Curricular

 

A organização da estrutura curricular contextualizou as práticas pedagógicas segundo realidades profissionais da Dança, de modo a contemplar experiências simultaneamente poéticas, estéticas, técnicas, tecnológicas, éticas e políticas. Tais experiências pretendem permitir ao aluno confrontar-se com problemas e questões inerentes às atividades diárias de forma propositiva e criativa, respeitando os aspectos artísticos, culturais e sociais, assim como os recursos e demandas do mundo do trabalho e as perspectivas de laborabilidade dos egressos. 

 

Ressalte-se ainda o valor social deste curso, uma vez que possibilita e orienta o profissional a promover individual e coletivamente o enriquecimento artístico-cultural de sua comunidade, configurando-se como um fundamental exercício da cidadania.

 

 

Galeria

Mostra Pulsar

 

 

Em 2021 celebramos a formatura da primeira turma do Curso de Técnico em Dança (CTD/CCBJ/Porto), realizado em parceria com o Porto Iracema das Artes, que propõe uma imersão no fazer-pensar da dança com o intuito de formar artistas capazes de atuar em dança como intérpretes/criadores, mobilizando saberes práticos e teóricos aplicáveis em contextos artísticos, técnicos, culturais e sociais contemporâneos.

A Mostra Pulsar reúne sete videodanças desenvolvidas pelos(as) intérpretes-criadores (as) e concludentes, que estão batalhando, extraordinariamente, desde a concepção escrita, corporal, roteirização até a finalização das obras para a conclusão do Curso Técnico em Dança (CTD). Os trabalhos finais  do CTD foram motivados a partir da relação dança e vídeo, idealizados para atender as necessidades do processo de criação  artística  dos(as) intérpretes-criadores(as), tendo em vista o cenário das aulas remotas ocasionadas pela pandemia da COVID-19.

 

Confirma a playlist dos exibidos durante a mostra:

Projetos dos Alunos

Formados

Alanda Laisa Silva Freire

Ari Simon dos Anjos Nascimento Matias

Bianca Rodrigues Holanda

Elidiana Cunha de Lima

Francivânia Maria Martins Uchoa

Gilberlan da Silva Meneses

Isaac Pereira Mateus

José Kaio Albuquerque Vieira

Maria Madalena Lima Sousa Neta

Rhaissa Nascimento da Silva

Robério Pires da Silva Filho

Thacila Soares da Costa

Thiago Pereira

Vitoria Maria dos Santos Alves

Wagner de Castro Cordeiro

Coordenação / Supervisão

Silvana Marques – Coordenadora do Programa de Dança da Escola de Cultura e Artes do CCBJ

Silvana Marques é artista, mãe, moradora do Bom Jardim, professora, coreógrafa, intérprete-criadora, pesquisadora e técnica em Dança. Especialista em Dança Educação, Graduada em Educação Física, Habilitada como Técnica em Dança pelo Curso Técnico em Dança, iniciou seus estudos aos nove anos de idade, na Edisca – Escola de Desenvolvimento e Integração Social para Criança e Adolescente. Possui uma ampla atuação com professora e sólida formação em dança clássica e dança contemporânea, formação essa complementada pela prática de diversas outras modalidades de dança. Com uma vasta atuação cênica em palcos do Ceará, de outros estados do Brasil e do exterior, incluindo apresentações na França, Alemanha, Áustria, Argentina e Cabo Verde, foi a única bailarina cearense a integrar a Staccato Cia de Dança, dirigida pelo renomado coreógrafo Paulo Caldas. Coordena o Programa de Dança da Escola de Cultura e Artes do Centro Cultural Bom Jardim e integrou a Escola Pública de Dança da Vila das Artes como professora e assistente de coordenação.

Assistente Pedagógica

Paloma Bezerra – Assistente pedagógica da Escola de Cultura e Artes do CCBJ

Paloma tem 24 anos, é mãe, moradora do Grande Bom Jardim, estudante na área das ciências humanas, poetisa e envolvida com as políticas sociais. Se interessa pelas culturas periféricas, a valorização das linguagens musicais marginalizadas, a apropriação dos espaços culturais, e o envolvimento da população com as artes. Atua como mediadora e articuladora comunitária pelos movimentos sociais, realiza informalmente uma atividade de sensibilidade às artes e empoderamento a apropriação das culturas da periferia, integrou o fórum Cearense de Hih Hop  (FCH2) e participou na produção da semana estadual H2 em 2017, Integrou o projeto Alucinação Hip Hop (2017/2018) onde também realizava as apresentações dos eventos. Atualmente trabalha na assistência pedagógica da Escola de Cultura e Artes do Centro Cultural Bom Jardim.