Logo do Centro Cultural Bom Jardim

O Programa de Teatro do CCBJ abrange, dentro do território do Grande Bom Jardim, grupos, coletivos, companhias, artistas e interessados em teatro e seus ofícios, atendendo crianças a partir de oito anos de idade, com ou sem experiência teatral, além de jovens, adultos e idosos. O programa tem o objetivo de desenvolver e aprimorar o conhecimento artístico, técnico, mediante o ensino, a pesquisa, a experimentação na linguagem do teatro, capacitando pessoal habilitado ao exercício de atividades técnicas do teatro tais como, iluminação, figurino, entre outras. Difundindo, assim, a expressão cultural periférica, fortalecendo os elos de identidade de uma população comumente estigmatizada.

Pessoas em um auditório, acompanhando uma palaestra.

Coordenação / Supervisão

Kelly Enne Saldanha, cria do Grande Bom Jardim, é Coordenadora de Formação em Teatro desde 2018, atriz (DRT 1565-CE) e produtora integrante do Nóis há 18 anos. Licenciada em Teatro pelo Instituto Federal do Ceará, trabalha também desenvolvendo ações culturais no território do Grande Bom Jardim, junto a coletivos artísticos. Sua relação com o CCBJ começa em 2013 quando entra pro corpo de professores, desenvolvendo o teatro na infância até o ano de 2018 quando se torna professora orientadora do Curso de Extensão em Teatro em parceria com a UFC. No mesmo ano assume a coordenação de teatro de forma compartilhada até os dias atuais. Atuou em importantes trabalhos do Nóis de Teatro, sendo os últimos: Quase Nada (2014) e Todo Camburão Tem Um Pouco de Navio Negreiro (2014) e Despejadas (2017). Dirigiu espetáculo “Do Lado de Fora” do Coletivo Girassóis(2019) e “Margarida Contra Tanques” do Coletivo Inflamável (2021). Recebeu prêmio de melhor atriz coadjuvante pelo Ceará Encena e Destaque na categoria teatro de rua pelo Sated-CE.

“Quando a mulher negra se movimenta, toda a estrutura da sociedade se movimenta com ela”. Angela Davis
Crédito na imagem: Alex Hermes

 


 

Henrique Gonzaga é ator, produtor, professor de teatro, jornalista e pesquisador. Bacharel em Jornalismo (Centro Universitário Sete de Setembro) e Licenciando em Teatro pela Universidade Federal do Ceará, é um dos artistas fundadores do Nóis de Teatro. Coordena o Programa de Teatro da Escola de Cultura e Artes, do Centro Cultural Bom Jardim, desde 2018. Henrique Gonzaga pesquisa as pedagogias da voz falada para a cena, além das tessituras poéticas dos corpos dissidentes, em especial corpos bixas, pretes e favelados.