Logo do Centro Cultural Bom Jardim

Sou’l Street

Desde que o grupo foi fundado sua proposta foi de se aprofundar na cultura das danças de rua e disseminá-las em aDesde que o grupo foi fundado sua proposta foi de se aprofundar na cultura das danças de rua e disseminá-las em ações como aulas, treinos, produções de material videográfico e produções de eventos, através da linguagem da dança. Tendo em vista a qualidade e a importância da nossa atuação para a difusão dessa cultura na cidade de Fortaleza e região metropolitana, daremos continuidade em nossas atividades, acompanhado de um apoio financeiro que nos permitirá executá-las com uma maior excelência. A cada mês teremos ações voltadas para determinado tipo de produção, sendo elas distribuídas entre aulas abertas com os integrantes, encontros internos para a produção videográfica, treinos abertos para a comunidade, exibição do material videográfico e roda de conversa.

Dança de Rua

Ficha Técnica:

Rafael Lima, idealizador, dançarino, intérprete, pesquisador e produtor de eventos: Rafael Lima teve seu primeiro contato com a dança de rua aos 13 anos na escola, quando frequentava projeto chamado + Educação em seu colegial. Aos 17 anos entrou para seu primeiro grupo de danças urbanas onde aprendeu a dominar alguns elementos do Hip Hop que lhe atraíram, abrangendo cada vez mais estilos. Como Popping, House, Hip Hop freestyle. Campeão do Festival Cearense de Hip Hop 2018 e terceiro lugar em 2017, ambos na categoria House Dance. Idealizador do Coletivo Soul Street e do evento de dança Battle Zone. 

Patrick Bruno, idealizador, dançarino, pesquisador e produtor de projetos audiovisuais: Patrick Bruno (KOA) começou a dançar em 2010, teve contato com danças urbanas em 2014 quando começou a participar de batalhas all-styles e outras modalidades. Em 2016, deu iniciativa ao KMF (Krump Movement Fortal) com o intuito de fazer a cena Krump crescer na cidade, promovendo Call Outs (Batalhas), Street Sessions (Corredores de Dança) e Suporte, ajudando pessoas com interesse em aprender e se envolver com o estilo. Em 2019 criou oficialmente o Fortal Suporte, onde direciona o estudo da cultura Krump em Fortaleza. Atualmente é membro do grupo Soul Street.

Emanoel Barão, produtor e dançarino: Emanoel Romário, mais conhecido como Barão. Comecei a dançar em 2014. Tive meu primeiro contato com as danças de rua em 2015, onde comecei meus estudos sobre a cultura hip hop. Desde então venho participando de eventos, como Fendafor, Festival Cearense de Hip Hop, Rv, Fest Dance (Mossoró), Festival Internacional de Hip Hop (Curitiba).  Em 2018 passei a atuar também como Host em batalhas e eventos na cidade. Hoje sou diretor do grupo Fortal Street e membro do grupo Soul Street.

Wanderson Sousa, dançarino, pesquisador e produtor de projetos audiovisuais: Wanderson Sousa teve seu primeiro contato com a dança desde jovem , quando frequentava festas de temática eletrônica em seu colegial. Em 2015 entrou para seu primeiro grupo de dança com os amigos de um bairro vizinho e estudaram juntos alguns elementos do Hip Hop que lhe atraíram, abrangendo cada vez mais estilos. Como Popping, House, Hip Hop dance e freestyle. Fez cursos pelas CUCAS da cidade e também pelo Centro Cultural Dragão do Mar e outras instituições. Aulas com grandes nomes como Henrique Bianchini, Luís Alexandre e outros artistas pelo Brasil afora. Tem um bom histórico em batalhas pela cidade, eventos como o Festival Cearense de Hip Hop, Batalha do BNB e também outros eventos de pequeno porte. Tem participação em produção de eventos com a Soul Street e trabalhos audiovisuais com outros artistas. Atualmente integrante do grupo de artes urbanas Soul Street e da equipe audiovisual Bico de Peito.

Diassis Guerreiro, dançarino, pesquisador e produtor: Diassis Guerreiro teve seu primeiro contato com a dança em 2012, com grupos de dança independentes. Desde 2016 faz cursos de formação na área de Danças de Rua, principalmente com Luís Alexandre e Lollipop. Participou de workshops em eventos como Festival Cearense de Hip Hop, Festival Internacional de Hip Hop, Rio Hip Hop Kemp, Festival Internacional de Danças Urbanas da Cena, Convenção de Hip Hop do Ceará, Encontro de House Brasil e Intensivo de Verão. Foi intérprete em espetáculos com a Cia Arte em Rua, com a Side Project Cia de Dança, com o grupo Laboral Crew, pela Universidade Federal do Ceará, pelo Centro Cultural do Bom Jardim e em resultado de residências artísticas. Há três anos estuda o estilo House Dance, participou de workshops com grandes nomes da área como Edson Guiu, Shan S., Bravo LaFortune e Stephane Peeps. Atualmente é estudante do curso de bacharelado em dança na Universidade Federal do Ceará, membro dos grupos Laboral Crew, Soul Street e Omì Cia de Dança.

E-mail: soulstreetoficiall@gmail.com

Redes Sociais:

https://www.instagram.com/soulstreetoficial/

https://www.youtube.com/channel/UCoPfn0cafA8lK0yeLh_N-yg